O BlogBESSS...

Bem-Vindos!


Blog ou Blogue, na grafia portuguesa, é uma abreviatura de Weblog. Estes sítios permitem a publicação e a constante atualização de artigos ou "posts", que são, em geral, organizados através de etiquetas (temas) e de forma cronológica inversa.


A possibilidade de os leitores e autores deixarem comentários, de forma sequencial e interativa, corresponde à natureza essencial dos blogues
e por isso, o elemento central do presente projeto da Biblioteca Escolar (BE).


O BlogBESSS é um espaço virtual de informação e de partilha de leituras e ideias. Aberto à comunidade educativa da ESSS e a todos os que pretendam contribuir para a concretização dos objetivos da BE:

1. Promover a leitura e as literacias;

2. Apoiar o desenvolvimento curricular;

3. Valorizar a BE como elemento integrante do Projeto Educativo;

4. Abrir a BE à comunidade local.


De acordo com a sua natureza e integrando os referidos objetivos, o BlogBESSS corresponde a uma proposta de aprendizagem colaborativa e de construção coletiva do Conhecimento, incentivando ao mesmo tempo a utilização/fruição dos recursos existentes na BE.


Colabore nos Projetos "Autor do Mês..." (Para saber como colaborar deverá ler a mensagem de 20 de fevereiro de 2009) e "Leituras Soltas..."
(Leia a mensagem de 10 de abril de 2009).


Não se esqueça, ainda, de ler as regras de utilização do
BlogBESSS e as indicações de "Como Comentar.." nas mensagens de 10 de fevereiro de 2009.


A Biblioteca Escolar da ESSS


PS - Uma leitura interessante sobre a convergência entre as Bibliotecas e os Blogues é o texto de Moreno Albuquerque de Barros - Blogs e Bibliotecários.

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

O retrato da mulher na poesia lírica de Camões

Trabalho realizado pela aluna João Cruz, 10º A, 2013/14
Prof. João Morais
 
         
        O retrato feminino é um tema recorrente na poesia lírica de Camões, descrevendo o sujeito poético a mulher ora na sua configuração ideal ora na sua existência mais concreta.
        O Renascentismo assenta em características como a harmonia e a perfeição, que perpassavam todas as artes, e o retrato da mulher ideal na pintura e na literatura – leia-se no modelo petrarquista – não é exceção. Este modelo define a mulher como possuidora de cabelos loiros, olhos verdes e faces rosadas. À perfeição física corresponde uma perfeição psicológica de modo que a mulher petrarquista apresenta um espírito calmo e representa uma mulher de poder superior, que exerce um domínio mágico («mágico veneno» in «Um mover d’ olhos brando e piadoso»), que cativa e submete o sujeito lírico.
        No soneto «Ondados fios d’ouro» reluzente está claramente representado o ideal de beleza feminina para Camões, nas faces, nos olhos e na boca (“perlas e corais”), apresentando-se a mulher perfeita, angélica. Outro exemplo é o vilancete «Descalça vai pera fonte», que tanto retrata a mulher com essa perfeição física como também com a «graça» (“Que dá graça à fermosura») e a pureza na roupa branca para além da sensualidade simbolizada no encarnado.
        Em contraste com este tipo de retrato, nas endechas «Aquela cativa que me tem cativo» o sujeito lírico descreve uma mulher espiritualmente em sintonia com o modelo petrarquista, mesmo que, fisicamente, Bárbara seja uma escrava de pele escura e olhos escuros, uma mulher mais exótica. Não podemos deixar de pensar numa presença feminina mais autêntica porque resulta da experiência do Poeta, no seu exílio noutras latitudes e longitudes.
         Em suma, Camões soube conciliar as nossas tradições literárias, desde a donzela da cantiga de amigo, passando pela divinização da mulher, até ao modelo ideal feminino de Quinhentos.

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Concurso "Cartas e Poemas de Amor", 2013-2014 - Cerimónia de Entrega de Prémios

A cerimónia de entrega de prémios ocorreu na na biblioteca da ESSS no dia 14 de fevereiro. Deixamos aqui algumas lembranças fotográficas... :)


quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

As "Cartas e Poemas de Amor" - Concurso, 2013-2014

1º PRÉMIO (ex aequo)

POESIA

Estranho desafio o de contar
logo nesta forma tão complicada
Algo que em meus anos só enfada,
Esse mistério que é o amar.

Quis tal feito para eu alcançar,
em tão pouco dom a mestre confiada.
Talvez nasça a poesia do nada,
e voe com o vento pelo ar.

Na poesia dos poetas eleitos
o amor é fogo, paz e desespero,
conforto e mágoa, ruído e harmonia.

E assim com só quinze anos feitos
até que venha o amor espero,
que chegue e o que é me ensine um dia.

Lucas Costa, nº 22
10ºB
1º PRÉMIO (ex aequo)

POESIA
Amor de verdade

Por vergonha, nasce silencioso
Cresce n’alma, sincero e ardente
Sem palavras, fala e não mente
E só no olhar, grita gracioso.

É ser pureza e também vontade,
de voar mais alto que os mortais,
e sem medo, viver sonhos irreais
Em busca de um amor de verdade.

É procura incessante de fé
Numa ligação que fique de pé
E que pertença ao tempo sem fim.

Nunca se viu ou verá tal amor
Porque só os cegos sentem o ardor
E o escrevem, tal como eu, assim.

Miguel Dias, nº 28
10ºB
                                     2º PRÉMIO
POESIA

Este sentimento chamado amor,
Mesmo sem ser poeta tento expressar.
Será sentir o coração a rebentar
ou antes uma explosão de dor?

Uns temem-no dizendo que é destruidor,
que em mais nada nos deixa pensar,
que nos atormenta desde o acordar,
que nos deixa sem escudo protetor.

Outros no outro o ideal procuram,
alguém que para todo o sempre fique,
alguém em sua imperfeição perfeito,

alguém que cumpra o que ambos juram,
alguém que dos seus sonhos abdique,
que no outro reconheça o seu eleito.

Francisca Vera, nº13
10ºB


                                       3º PRÉMIO
POESIA

A loira cabeleira de Girvena
Que todo o povoado espantava
Os olhos onde a cor do mar estava 
A sua pele, composta e serena

E por entre as moçoilas de Tercena
A sua graça a todos deleitava
E em seu dócil repouso admirava 
O povo da vila de Barcarena

E em espera de eterna saudade
Fico à mercê do seu longo favor
Tudo se me escapa à minha vontade

E já em duvidosa lealdade 
Fico nūa obediente dor
Resta apenas uma breve amizade

José Maria Tamagnini, nº14
Caetano Castelo Branco, nº5
10ºE

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Resultados do Concurso "Cartas e Poemas de Amor", 2013-2014

Resultado do Concurso

 1º Prémio (ex aequo)
Miguel Dias, nº 28, 10º B
Lucas Costa, nº 22, 10º B
2º Prémio
Francisca Vera, nº 13, 10º B
3º Prémio
José Maria Tamagnini, nº 14 e 
Caetano Castelo Branco, nº 5, 10º E

Menção Honrosa

Ana Sofia Jesus, nº 3 e Bárbara Silva, nº 4, 10º B 

Ana Teresa Russo e Alice Leite, 10º F 

Catarina Gonçalves Fonseca, nº 10, 10º B 

Carolina Marques, nº 7 e Mariana Afonso, nº 11, 10º F 

Gil Coelho, nº 15, 10º B 

Lourenço Aguiar, nº 21, 10º B 

Marta Silva, nº 23, 11º A 

Marta Pereira, nº 19 e Madalena Veloso, nº 15, 10º E