O BlogBESSS...

Bem-Vindos!


Blog ou Blogue, na grafia portuguesa, é uma abreviatura de Weblog. Estes sítios permitem a publicação e a constante atualização de artigos ou "posts", que são, em geral, organizados através de etiquetas (temas) e de forma cronológica inversa.


A possibilidade de os leitores e autores deixarem comentários, de forma sequencial e interativa, corresponde à natureza essencial dos blogues
e por isso, o elemento central do presente projeto da Biblioteca Escolar (BE).


O BlogBESSS é um espaço virtual de informação e de partilha de leituras e ideias. Aberto à comunidade educativa da ESSS e a todos os que pretendam contribuir para a concretização dos objetivos da BE:

1. Promover a leitura e as literacias;

2. Apoiar o desenvolvimento curricular;

3. Valorizar a BE como elemento integrante do Projeto Educativo;

4. Abrir a BE à comunidade local.


De acordo com a sua natureza e integrando os referidos objetivos, o BlogBESSS corresponde a uma proposta de aprendizagem colaborativa e de construção coletiva do Conhecimento, incentivando ao mesmo tempo a utilização/fruição dos recursos existentes na BE.


Colabore nos Projetos "Autor do Mês..." (Para saber como colaborar deverá ler a mensagem de 20 de fevereiro de 2009) e "Leituras Soltas..."
(Leia a mensagem de 10 de abril de 2009).


Não se esqueça, ainda, de ler as regras de utilização do
BlogBESSS e as indicações de "Como Comentar.." nas mensagens de 10 de fevereiro de 2009.


A Biblioteca Escolar da ESSS


PS - Uma leitura interessante sobre a convergência entre as Bibliotecas e os Blogues é o texto de Moreno Albuquerque de Barros - Blogs e Bibliotecários.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Autor do mês de Novembro de 2009...



Fernando Pessoa

A vida (1888-1935)

Um dos expoentes máximos do modernismo português, no século XX, Fernando António Nogueira Pessoa nasceu numa casa do Largo de São Carlos, em Lisboa no dia 13 de Junho de 1888, filho de Maria Madalena Pinheiro Nogueira e de Joaquim de Seabra Pessoa.

Uma série de acontecimentos conduziu-o, porém até Durban, África do Sul em 1896 onde permaneceu até 1905. Foram eles o falecimento do seu pai, vítima de tuberculose em 1893, seguido pelo do seu irmão Jorge, no ano seguinte e o casamento da sua mãe, em 1896, em segundas núpcias com o cônsul português em Durban, na África do Sul. Aí frequentou durante um ano, uma escola comercial e a Durban High School e concluiu, ainda, o «Intermediate Examination in Arts», na Universidade do Cabo (onde obteve o «Queen Victoria Memorial Prize», pelo melhor ensaio de estilo inglês), com que terminou os seus estudos na África do Sul. À vivência nesse país da Commonwealth pode atribuir-se uma influência decisiva ao nível cultural e intelectual, pondo-o em contacto com os grandes autores de língua inglesa.


Na altura em que regressou definitivamente para Lisboa já teria redigido, sozinho, vários jornais, assinados com diferentes nomes.

Entre 1906 e1907 frequentou durante poucos meses o Curso Superior de Letras.

Após uma tentativa falhada de montar uma tipografia e editora, «Empresa Íbis — Tipográfica e Editora», e a partir de 1908 dedicou-se à tradução de correspondência estrangeira, em tempo parcial, em várias casas comerciais, mercê o seu grande conhecimento da língua inglesa. Dedicava-se com o tempo restante à escrita e ao estudo de filosofia (grega e alemã), ciências humanas e políticas, teosofia e literatura moderna, que assim acrescentava à sua formação cultural anglo-saxónica, determinante na sua personalidade.


Em 1920, ano em que a mãe, viúva, regressou a Portugal com os irmãos e em que Fernando Pessoa foi viver de novo com a família, iniciou uma relação sentimental com Ophélia Queiroz (interrompida nesse mesmo ano e retomada, para rápida e definitivamente terminar, em 1929) testemunhada pelas Cartas de Amor de Pessoa, organizadas e anotadas por David Mourão-Ferreira, e editadas em 1978.


Em 1925, ocorreria a morte da mãe. Fernando Pessoa viria a morrer uma década depois, a 30 de Novembro de 1935 no Hospital de S. Luís dos Franceses, onde foi internado com uma cólica hepática, causada provavelmente pelo consumo excessivo de álcool.


Em 1988, por ocasião do centenário do seu nascimento, os seus restos mortais foram transladados do Cemitério dos Prazeres para o Mosteiro dos Jerónimos em Belém.

Existe presentemente, em Lisboa, a Casa Fernando Pessoa, instalada na última morada do autor.


Fontes (endereços na Internet):

http://pessoa.mdaedalus.com/ (Obra poética completa de Fernando Pessoa)

http://blog.zequinhabarreto.org.br/2008/07/21/portugal-reluta-contra-leilao-de-cartas-de-fernando-pessoa/

http://www.ecofuturo.org.br/comunicacao/publicacoes/fernando-pessoa

http://arcaliteraria.org/?s=Fernando+Pessoa&cat=4

http://www.millarch.org/artigo/musica-em-pessoa

http://www.poemhunter.com/fernando-pessoa/

http://www.ciborgs.org/2004/07/fernando-pessoa.html

http://www.metro.org.br/maria/fernando-pessoa-e-os-heteronimos

http://www.astormentas.com/biografia.aspx?t=autor&id=Fernando+Pessoa

http://omj.no.sapo.pt/bio1.htm

http://www.culturabrasil.org/pessoaepoe.htm

http://entreaspas.org/autores/fernando-pessoa

Portugal reluta contra leilão de cartas de Fernando Pessoa

http://www2.fcsh.unl.pt/edtl/verbetes/H/heteronimo.htm


Recolha e organização: Verónica Carvalho

Sem comentários:

Enviar um comentário